SEG - SEX: 09:00 - 17:00

Como usar cores na decoração sem parecer infantil?

As cores não precisam ficar restritas ao quarto dos pequenos. De forma simples e rápida, dá pra unir cor e sofisticação

Na foto, uma sala cheia de cores intensas em pontos distribuídos pelo ambiente

Na semana passada, o branco tomou conta do nosso blog. Falei dos usos e sobre os cuidados que devem ser tomados na hora de optar por tons mais claros na decoração de ambientes. Essa semana, vamos sair do monocromático e apostar nas cores.

As cores, como há muito se sabe, comunicam. Existem estudos que apontam o significado de cada uma. É por isso que, como já falei em outras oportunidades aqui no blog, é a personalidade e o papo com o cliente que me guiam na hora de pensar tons, materiais e como o colorido estará inserido no projeto.

Deixe as cores entrarem a sua vida.

É você quem vai morar na casa, portanto, ela precisa ter a sua cara. Se você é tímido, discreto e introspectivo, por exemplo, não faz sentido ter uma casa com uma gama de cores muito ampla. Já se você é mais expansivo, porque não apostar em paredes vibrantes, flores e itens coloridos?

Mas calma! Onde e como usar as cores é que vai fazer com que os ambientes não pareçam infantis. Nesse sentido, Podemos dar um efeito contrastante, como os amarelos e roxos, ou uma mesma cor, variando do claro para o escuro. Cores são permitidas em todos os lugares. Não existe uma cor mais indicada para cada ambiente. Para você ter um ideia, podemos usar o amarelo em escritórios, na cozinha, na fachada da casa ou em um gabinete residencial.

Esse é um exemplo de ambiente em que a cor tem destaque

Nada impede que as cores entrem de forma mais marcante em um ambiente – como na foto acima -, mas geralmente, elas entram nos meus projetos de uma forma discreta. O colorido em almofadas, adornos e em elementos que são fáceis de trocar, tem sido uma linha que tenho gostado bastante de trabalhar recentemente. E é justamente por isso que as diferentes texturas em tecidos tem sido uma tendência da qual estou adorando me debruçar.

É possível explorar o espectro das cores ou apostar em uma mesma paleta. Os estampados também são uma grande opção para dar uma quebra quando se precisa manter o mesmo tom.

Na imagem, uma bela prova que, nem sempre, o rosa está associado à infância

Pinturas, revestimentos, papel de parede, tecidos, tapetes. São inúmeras as possibilidades de se trabalhar com as cores de forma isolada – em alguns pontos – ou de forma mais ampla, como nas paredes. Essa semana, vou dar alguns outros toques sobre esse tipo de ambiente nas minhas redes. Fico esperando você. Não se esqueça também de conferir a aba Projetos Online aqui no site. Quem sabe você não adiciona cores a sua casa em apenas alguns clique?

Até semana que vem!

  • Category :
  • Type :
Sobre a Tatiana
Olá! Ao longo do meu tempo de profissão venho notado que algumas dúvidas são recorrentes. Que algumas pessoas, às vezes, só precisam de uma dica ou um empurrãozinho para mudar o espaço que mora ou trabalha. Assim, surgiu a ideia do Blog. Queremos saber também, quais são as suas dúvidas e te ajudar, de alguma forma, a modificar ou melhorar seu ambiente de morar ou trabalhar.SAIBA MAIS
Comentários

Deixe seu comentário

Your Comment